Image Map

Bruna Surfistinha


Domingo fui com o boyfriend para o cinema assistir ao filme Bruna Surfistinha, onde a Deborah Secco é a protagonista. A história é baseada no livro/diário 'O Doce Veneno do Escorpião' de Raquel Pacheco.

Como não li o livro vou relatar um pouco da sua vida e depois comentar minhas impressões sobre o filme, ok? Raquel Pacheco iniciou seus esforços literários através de um blog, com o nome Bruna Surfistinha, onde comentava sua rotina como prostituta. Esse blog se popularizou entre os internautas, atingindo cerca de dez mil visitas mensais ao site. Neste blog, Raquel referia-se sobre preferências e costumes de sua vida noturna de uma maneira análoga aos diários comuns aos adolescentes. Ela foi adotada por uma família de classe média e sempre teve o melhor que o dinheiro poderia pagar em termo de educação.



Sobre o filme não tenho muito que falar. Foi mediano, não dá muito espaço para a criatividade e sem surpresas. Em outras palavras foi previsível. E se vocês querem saber não concordo nenhum pouco com o retrato feito da Raquel Pacheco como a garota oprimida que venceu na vida com um golpe de marketing através do seu blog. Tudo bem que ela e outra prostituta inglesa conseguiram mudar de vida ao escrever sobre suas experiências, mas quantas dessas garotas são espancadas na rua, brutalizadas em mais de uma forma. Senti falta desse retrato mais realístico da vida de uma prostituta, até por que a Bruna não começou sendo uma garota de programa de luxo, não ela começou do zero e baixo.

Uma opinião geral esse filme/história é mais um conto de fadas, onde encontramos a Cinderela que virou princesa e encontrou o seu príncipe encantado e vive feliz ao seu lado até hoje, eu sei que todos gostam de finais felizes, mas a vida nem sempre é feita desses finais onde todos se abraçam e tudo se acerta e seus erros são perdoados. No entanto foi um bom passa tempo para tarde de domingo.

Boa semana para vocês e passem aqui nos comentários para gente trocar umas idéias!

=*******





12 comentários:

  1. Eu ainda não tive a oportunidade de assistir, mas falaram que é muito bom, apesar de algumas coisas...

    Beijos.
    www.consumisse.blogspot.com
    @thaharaujo

    ResponderExcluir
  2. Minha opinião sobre o filme que já havia comentado no Facebook:

    Dica pra se dar bem no Brasil: Fique insatisfeita com o que seus pais de classe média têm para te oferecer, vire garota de programa, atriz pornô, acabe com o casamento de um empresário riquíssimo, case com ele, escreva um livro e veja a sua vida virar filme estralado por uma atriz global e antes mesmo de ser lançado causar furor.

    Se a vida tá dificil, meu amigo, vire PUTA!

    ResponderExcluir
  3. Ou entãose ser prostituta tá dificil vc sempre pode entrar p o BBB, pegar dois caras, se rastejar pelo outro, mas no fim sair com 1,5 milhão no bolso.

    Estudar e fazer uma faculdade não tá com nada.

    Sério minha gnt é esse o retrato que vamos passar p os nosso filhos? Tudo bem q aconteceu, ok. Ela venceu na vida. Mas a vida n é assim um mar de rosas.

    Sei n viu

    ResponderExcluir
  4. Eu li o livro, e vi o filme.
    O que vemos é o que acontece normalmente, a visão do filme é completamente distorcida do que passa o livro, para agradar e chamar as pessoas para as salas de cinema.
    O filme passa uma idéia de que ela virou prostitua e foi tudo perfeito, e que isso é uma opção boa a seguir. Mas o que não foi mostrado pelo filme é tudo o que ela teve que passar, as partes em que ela fazia programas baratos e não somente os de luxo.
    Como ja esperava que o filme fosse fugir do que é o livro então nem dei muita bola para o enredo.

    adoro seu blog!

    Beijos
    hellô
    http://salamemingue.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Bom eu não li o livro, por isso que falei que no filme parece que tudo é uma maravlha e que tudo dá certo p ela. E fiquei meio que indignada com essa visão cinderala da vida dela.

    ResponderExcluir
  6. Eu li o livro tb.... depois de ter assistido o filme.
    O que percebi foi que a própria Raquel Pacheco omitiu essa parte 'ruim' da vida de uma garota de programa.
    No livro tb não fala de como ela sofreu... a parte das drogas, mesmo... ela só aparece daquele jeito (no lixo) no filme.
    Eu concordo plenamente com vc, Michelle! É revoltante, e pode ser uma 'porta da esperança' pra algumas meninas de cabeça vazia, sabe?
    Pq... é td maravilhoso!
    Enfim.... a lição de vida é: NENHUMA!
    Ela aprendeu um monte de coisas que qq pessoa normal aprenderia com a maturidade....
    Não precisando virar prostituta pra isso!
    Sem mais!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Maria,

    Foi como o que eu falei no texto, a vida de uma garota de programa não é só glamour não. Tem mt violência contra essas meninas, a falta de respeito e de tudo.
    De 10 meninas q entram nessa vida poucas são as que conseguem sair e deixar tudo p trás.
    Pelo q andei pesquisando existem 3 tipo de garotas de program, existe as que tiram a roupa na frente de uma câmera p ganahar dinehiro por hora, as que saem com homens p faze sexo e as dançarinas, todas elas constituem uma única classe! E todas, todas sofrem preconceito e violência.

    Tbm fico meio que com medo de um filme desse estilo acabar passando a visão errada desse mundo de prostituição.

    ResponderExcluir
  8. Pelo q to vendo esse filme nao acrescenta nada a vida de ninguem... Nao tenho mais nem vontade de ver..

    ResponderExcluir
  9. Quero vê esse filme, a interpretação de Deboráh Secco. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Michelle!!! Nem acredito, vi esse filme hoje e também pensei em fazer um post sobre!Talvez eu faça mas , tipo, ela não tem o que contar, não teve (bons) motivos, não teve uma lição de bacana pra passar, acho que esse filme é mera vaidade da Raquel, que soube muito bem aproveitar a fama pra colher todos os frutos possíveis.

    Bju!

    http://www.patriciabu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Pois é Patrícia concordo com você!
    Faz o post tbm assim a gnt continua a nossa caonversa!!!

    ResponderExcluir
  12. Quando li o livro gostei bastante, mas do filme realmente, achei que pode passar uma imagem errada para muitas meninas, de que a vida de prostituta é fácil e tem um final feliz. Já li o livro ha muito tempo e não lembro direito, então também não posso comentar se foi fiel ou não...

    beijinhos
    http://www.deliriosdeconsumo.com/

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails