Image Map

A Canção do Sucúbo (por Michelle)

Hoje a sessão cultural vem com uma dica de livro que é super bacana, já li todos os 5 livros lançados nos EUA, mas aqui no Brasil nós só temos o primeiro da série que se chama A Canção do Sucúbo (versão brasileira de Succubus Blues).

Uma das coisas que mais gosto nesses livros de literatura estrangeira são as capas bem trabalhadas e lindas, mas a capa brasileira ficou triste de feia e a tradução do nome do livro para o português perdeu o significado, pois com o nome “Blues” a autora quis passar que era referente a “melancolia”, e não o estilo musical.

Sinopse: Quando se fala de empregos no inferno, ser um Súcubo parece bastante glamuroso. Uma garota pode ser qualquer coisa que ela quiser, o guarda-roupa é de matar e homens mortais farão qualquer coisa por apenas um toque. Claro, eles geralmente pagam com suas almas, mas por que ser tão técnico? Mas a vida da Súcubo de Seattle Georgina Kincaid é muito menos exótica. Seu chefe é um demônio de médio escalão com uma queda por filmes do John Cusack. Seus melhores amigos imortais (ou melhores amigas …) ainda não pararam de provocá-la por causa da vez em que ela se transformou na Deusa Demônio, completa, com chicote e asas. E ela não consegue ter um encontro decente sem sugar parte da vida do cara. Ao menos ela tem seu emprego diário em uma livraria local – livros de graça; Todos os mochas de chocolate branco que ela conseguir tomar; e acesso fácil ao sexy escritor de bestsellers, Seth Mortensen, aka Aquele por Quem Ela Daria Tudo Para Tocar mas Não Pode. Mas os sonhos sobre Seth vão ter que esperar. Algo estranho está acontecendo no submundo demônio de Seattle. E, dessa vez, todos os seus charmes e cantadas de cair morto não vão ajudá-la porque Georgina está para descobrir que há algumas criaturas que tanto Céu quanto o Inferno querem negar…

Esse livro é fantástico porque mescla tudo que hoje é clichê (vampiros, anjos e sobrenaturais em geral) de uma forma muito diferente. Criativa. Fugindo da rotina onde uma adolescente esquisita cai de amores por um ser sobrenatural com tendências suicidas.

Georgina Kincaid é um súcubo (demônio do sexo feminino que se alimenta da energia vital dos homens através do ato sexual) extremamente sensual, mas que tem vida social nula. Como a própria sinopse do livro a descreve, ela é completamente patética. Mas, ao mesmo tempo, inteligente e cheia de tiradas afiadíssimas.

Por mais que tente fugir dos homens, pois apenas um beijo pode corromper suas almas, Georgina não consegue evitar se envolver com seu chefe, com o seu escritor favorito e com o cara lindo que a salvou de uma situação desconfortável.

O principal do livro é o amor que ela acaba sentindo pelo seu escritor favorito o Seth e isso a deixa em um dilema, pois você já imaginou amar alguém e não poder tocá-lo, pois se você o fizer a expectativa de vida do ser amado irá diminuir?

A série Georgina Kincaid já conta com seis livros nos EUA: Succubus Blues (A Canção do Súcubo), Succubus on Top, Succubus Dreams, Succubus Heat, Succubus Shadows e Succubus Revealed. Este último livro tem previsão de lançamento apenas para 2011.

Tenho que pedir desculpas, pois a sessão cultural tá sem dicas de filmes, né?! Mas prometo que a partir do próximo mês voltarei as minhas sessões semanais de filmes e trarei várias dicas para vocês.


PS: O segundo volume da série Georgina Kincaid, Succubus on Top (ainda sem tradução), está previsto para ser lançado por aqui no início de 2011!








2 comentários:

  1. Achei muito interessante a historia! Ainda mais depois que Michelle me disse que esses livros eram best-sellers nos EUA... curiosaaa!!
    :D

    Bjoos

    ResponderExcluir
  2. Tb fiquei com vontade de ler!

    Bjs,

    Lipe

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails