Image Map

Resenha do livro Fallen por Michelle

Oi gente!!
Mais uma quinta-feira chegando com a sessão cultural da semana!!!! \o/ o/ \o
E para rechear o FDS de vocês a resenha de hoje é sobre o livro Fallen, escrito por Lauren Kate, que estreou aqui no Brasil dia 30 de julho de 2010 e já se encontra a venda em algumas livrarias (Saraiva e Cultura) e no Submarino.

“E se a pessoa a quem você está destinado a ficar, nunca pudesse ser sua.”
A Galera Record foi quem comprou os direitos desse livro e lançou aqui no Brasil, e a Disney, que não é boba nem nada, antes mesmo do lançamento do livro nos EUA já comprou os direitos para levar a história para a telona (o que me deixa com medo). Esse livro que veio como promessa de se tornar o novo queridinho após Crepúsculo. Sinceramente, isso de sair falando que um livro vai tomar o lugar do outro é balela! Fãs de Crepúsculo irão continuar fãs, assim como os de Harry Potter não abandonaram a série só por causa do surgimento de outros livros.

O livro começa em setembro de 1854 e corta imediatamente para o presente, onde Luce (Lucinda), nossa protagonista, está entrando em um reformatório, a Sword&Cross.

Desde pequena, Luce é atormentada por sombras que aparecem sempre quando algo de ruim está para acontecer como quando seu ex-namorado foi morto em um misterioso incêndio. E é por causa deste evento que ela precisa estar em uma escola especial.

Logo ao chegar em Sword&Cross, ela percebe e já demonstra interesse por Daniel Grigori, nosso protagonista misterioso e bipolar (sério gente, ele é totalmente bipolar). No seu primeiro contato com Luce o Daniel faz gesto grosseiro, tudo bem ele tem motivos para se manter longe dela, mas ela não faz idéia disso. Entre um gesto delicado e um passa fora por parte de dele, ela acaba se metendo em algumas confusões (sempre acompanhada por Penn - sua única amiga naquele lugar) para tentar descobrir mais sobre o passado do gatchenho.

O início do livro é cativante. A narrativa é excelente, mas um pouco impessoal, por ser em terceira pessoa. E eu gosto de narrativas mais pessoais, que dê para notar melhor o sentimento dos personagens, mesmo que seja em terceira pessoa. Amei o prólogo. Mas... O desenrolar não foi tão bom quanto. Entre Fallen e Hush Hush (que já comentei) prefiro Hush Hush sem sombra de dúvidas.

A sinopse nos deixa muitas expectativas, mas o livro fica devendo. E o final do livro não foi muito animador. Bom agora vocês tem que ler e falar se concordam ou não comigo!

Beijos até a semana que vem!!!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails